to top

O estilo minimalista

minimalismo_decoracao_3

“Decoração estilo minimalista”, essas palavras continuam fortes pelos @ de apartamentos, grupos de Facebook, lojas de departamento, Casas Cor. Mas do que realmente trata esse tal de Minimalismo?

O Minimalismo apareceu em vários momentos do século XX, em diversas abordagens estéticas: arquitetura, design, artes plásticas, música. A característica principal é o uso mínimo de elementos para chegar ao resultado final. Mínimo de cores, de processos, de notas, de materiais, de linhas, de formas. Simplicidade.

Até alguns meses atrás eu enxergava o minimalismo  dessa forma, apenas como estilo visual, mas um documentário me fez expandir esse conceito: “Minimalism: A Documentary About the Important Things” (Minimalismo: Um Documentário sobre as coisas importantes – em tradução livre – e tem no Netflix).

Produzido pelos The Minimalists, Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, a narrativa, de um pouco mais de uma hora, te apresenta à pessoas que optaram por um estilo de vida mais simples: MINIMALISTA.

Abordam o Minimalismo como um lifestyle, centrado em como consumir menos e com responsabilidade.

É uma grande reflexão sobre comprar pelos motivos certos, sobre se libertar de boletos, dívidas, e todas as fontes de ansiedade que vêm embutidas no que compramos. É sobre se conectar com o que importa, ser dono da sua vida, do seu tempo e das suas escolhas. E menos (quase nada) sobre estética.

Ter uma decoração minimalista na sala e ter um quarto abarrotado, um armário cheio de roupas que você não usa, e sonhar com mais espaço, está longe de ser minimalista.

A premissa do minimalismo é ter sempre em mente que tudo, exatamente tudo, deve ter um propósito na sua casa, e, como já disse a Marie Kondo, autora do best-seller “A Mágica da Arrumação”: “não tenha nada que não te traga felicidade”.  

Tudo o que te cerca influencia em quem você é, no seu estado mental. Por isso,  seja sábio nas escolhas. Não tenha nada “descartável”. Isso não existe. Nada desaparece quando você coloca na caçamba do lixo.

Então, fica a sugestão para que você tente fazer o minimalismo extrapolar a decoração e permitir que ele contribua para uma vida mais leve.

“Ame as pessoas e use as coisas, não o contrário.” The Minimalists

minimalismo_decoracao_2

minimalismo_decoracao_1

 

P.S.:

Vocês já conhecem a Rachel Aust? Trombei com o canal dela esses dias no Youtube. Ela tem uma playlist mostrando detalhes da sua casa e vida minimalista (em inglês). Clica aqui para conhecer.

 

 

Aroana Machado

Aroana Machado

Curitibana, Canceriana, Publicitária de formação, profissional de Marketing por experiência, costureira por hobby e apaixonada por Decoração de Interiores. lojanest.com.br | @lojanest | pinterest.com/aroana

  • guid

    guid

    eu posso comentar no meu próprio blog? hahaha

    acho que o minimalismo na decoração é igual o armário capsula na moda. é muito mais do que uma regra de – não ter nada – ou ter tudo igual, mas sim ter o que realmente nos faz bem.
    e aí é que fica difícil, a gente não sabe. hahahahaha

    amando os posts amiga, obrigada por colaborar com o Não Repete <3

    1 de agosto de 2017 at 15:39 Responder
  • Ivy nunes

    Aprendi muito sobre minimalismo… sempre que vou louca com o cartão de crédito pra comprar algo, paro e penso: eu realmente preciso disso, ou vi em algum @apartamento da moda?

    1 de agosto de 2017 at 17:19 Responder
  • Lizzie Renata

    Eu to simplesmente VICIADA em tudo sobre minimalismo! To zerando os vídeos do youtube sobre esse tema hahaha
    To super fazendo isso na minha casa minha vida! Já queria tirar tudo de uma vez e viver com 5 peças de roupas e um sapato (ansiosa não né) mas sei que vou me arrepender se for mto radical!
    Eu tenho mil fases mas espero que essa permaneça pra sempre!
    Já vi esse doc e achei mto bom! Gosto do canal da Rachei e um outro canal sobre minimalismo que eu gosto mto é da Jenny Mustard. Ela é esquisita e maravilhosa!
    Bjs!

    4 de agosto de 2017 at 15:52 Responder

Leave a Comment