to top

Trabalhando com Moda | Junior Gabardo

fb-trabalhar-com-moda-junior-gabardo

Nessa minha busca por trabalhar com moda, tenho conhecido muita gente incrível que faz acontecer na minha cidade, Curitiba. O Junior é uma delas, com especializações em moda e marketing, Junior é uma dessas pessoas por trás de projetos incríveis de moda pela cidade. Um dos mais recentes foi o LabModa, que reunia várias marcas de moda autoral da cidade em um só espaço. Agora o cargo mais recente dele é de coordenador do curso de pós-graduação de Moda e Styling da Universidade Positivo, vamos conhecer um pouquinho mais do Junior, certeza que ele tem muita informação pra nos passar.

Primeiro de tudo, me conta, o que levou você a trabalhar com moda?
Em 1996, eu fazia em curso de administração na UFPR e sempre tive vontade de empreender. Nessa época o fenômeno da moda ainda não havia se apropriado da indústria do vestuário tal qual a conhecemos hoje. A moda era meramente confecção de roupas. Não havia curso algum na área e quando alguém se atrevia a promover algo na área juntava gente do país inteiro para participar. Aos poucos montei minha primeira marca que se chamava Ópio e que mais tarde, por conta de problemas relacionados à registro, virou SEXXES. Daí em diante meu envolvimento com a moda evoluiu bastante ganhando um viés diferente a partir do momento que houve o reconhecimento da moda como eixo de cultura.

Eu vi que você já participou ou esteve a frente de diversos eventos de moda como o LabModa em Curitiba. Essa é sua paixão?
Minha paixão tem a ver com a questão de patrimônio e conteúdo dentro da moda. Eu me interesso particularmente pelo “pensar” a moda e isso me põe a frente da dinâmica de atividades relacionadas com este cenário. Foi assim que fui parar no LABmoda, no Museu de Arte Indígena, na Galeria Guimarães e também no projeto educacional envolvendo uma pós em produção de moda.

O que mais te inspira a trabalhar com moda?
Certamente é a impermanência nas coisas que envolvem a moda. Eu não consigo fazer as mesmas coisas por muito tempo então, trabalhar num segmento que muda tudo o tempo todo é muito motivador para mim. Na moda o que é, já era. Quem pensa que pode repetir modelos prontos dentro desse segmento vai se dar mal.

Tem uma dica pra quem quer começar a trabalhar na área?
É simples, tem que buscar conhecimento porque a moda se profissionalizou, não é mais intuitiva como era antigamente e em segundo lugar, precisa ir buscar experiência. Essa experiência tem um preço, provavelmente, trabalhar de graça por um tempo. Eu fiz isso no passado e acho que hoje isso ainda é fundamental. Trabalhar no máximo de lugares possíveis até adquirir conhecimento prático é um diferencial.

Você já tem experiência como professor e agora está a frente de um novíssimo curso de pós-graduação, quais as expectativas?
Na minha opinião a moda atual e também o que nos espera na contemporaneidade está muito além da confecção de vestuário. O fenômeno da moda enquanto contexto social invadiu áreas como gastronomia, design, arquitetura, entre outros. Entender isso é fundamental. Além disso, os modelos de construção das narrativas de moda mudaram muito. As revistas de moda estão se extinguindo aos poucos, as propagandas já não existem mais como em décadas passadas então, é preciso oferecer oportunidade para que os profissionais tenham contato com gente atualizada, que esteja no mercado e tenha conhecimento teórico para falar sobre o assunto. É neste contexto que o projeto de pós atua. Na minha opinião, é uma oportunidade única para quem quer se envolver com moda, seja em que segmento for.

Agora falando um pouco da relação do Junior no dia a dia com a moda. Qual você considera ser teu estilo?
Sou um cara hiper – mega – power básico na moda srrsrs; Como sou dono dos meus próprios caminhos, não estou sujeito a tantos códigos de vestimentas então, tudo que eu preciso são algumas camisetas e calças jeans ou eventualmente uma preta.

Tem alguma peça no seu armário que você repete sempre?
Camiseta t-shirt, calça preta, calça jeans.

A dica do Junior pra trabalhar com moda é buscar conhecimento, coisa que tenho feito muito desde que decidi trilhar esse caminho. Uma forma de aprender mais é fazendo a Pós em Moda e Styling da UP, últimos dias pra se inscrever. Fica mais fácil estudar quando é o que a gente ama. <3

Guid Meinelecki

Guid Meinelecki

Hingrid Meinelecki, no instagram @guid brincando de moda com o Não Repete no facebook.

Leave a Comment