to top

Tem dias que não respiro

luvitae-pilates-curitiba

Inspira.

Expira.

Não pira.

Nunca essa sequência fez tanto sentido na minha vida. O ano de 2017 foi uma montanha russa de emoções, e nessas todas o que deixei de lado foi o básico respirar. A coisa que nos mantêm vivos é também a primeira coisa que a gente tende a deixar de lado. Viver sem respirar é deixar os dias te levarem sem você sentir ter controle dele. É você passar dias sem olhar com calma pro espelho, pro teu corpo e pra tua: respiração.

Voltei a fazer pilates faz um mês depois de ter parado durante 8 meses. Foi o meu voltar a respirar. Diferente dos outros exercícios físicos o pilates faz você prestar atenção em você e em cada músculo que se move. Um tal de inspira e expira, que irrita muitas pessoas simplesmente por exigir concentração. São sequências curtas, pouco tempo onde tudo que eu preciso é prestar atenção em mim e como isso é difícil. Me perco na respiração e consequentemente me perco no exercício inteiro e tudo por que de repente minha cabeça já não tava mais ali, prestando atenção em mim, mas sim no mundo.

Foi daí que vi que respirar que é o essencial MESMO pra vida fazer sentido. Não o respirar automático. O teu parar e respirar. Se o respirar é o que te move, tenha completo controle dele pra conseguir mover a sua vida no ritmo ideal. O ritmo do seu respirar.

Inspira.

Expira.

Não pira.

E um agradecimento especial a minha professora Luana Karam do Luvitae Pilates que me faz toda segunda e quarta, respirar.

Guid Meinelecki

Guid Meinelecki

Encorajo pessoas a vestir o que quiserem. Consultora de Estilo com Blog e Canal no Youtube pra poder ir além.

Leave a Comment