to top

DESAFIO DE ESTILO, DIÁRIO DE BORDO

desafio-de-estilo-nao-repete

Tô aqui tentando me lembrar de sentimentos diferentes de pânico total e absoluto quando estive envolvida em precisar escolher a roupa que ia vestir no dia seguinte. E é tudo mato lá. Desde que me entendo por gente, o ato vestir só teve duas marchas pra mim: automático ou traumático. Eu – essa pessoa toda trabalhada na ansiedade generalizada, nos complexos de pertencimento e no preconceitinho – sempre encarei meu próprio armário com muita desconfiança. Não. Sempre encarei meu próprio armário como se ele...

Continue reading